terça-feira, 9 de maio de 2017

Rigo Teles expressa indignação com a FMF e cobra respeito com os times do Maranhão


O líder do Partido Verde (PV) na Assembleia Legislativa, deputado Rigo Teles, foi à tribuna na segunda-feira(8) para expressar indignação com a Federação Maranhense de Futebol (FMF) e cobrar respeito com os times do Maranhão, em especial com o Cordino, de Barra do Corda, o único que nos representa no Campeonato Brasileiro de Futebol, mas está sendo massacrado. 
Em sua fala, o deputado Rigo Teles ressaltou que os transtornos no Campeonato Maranhense de Futebol começaram com o jogo, em Barra do Corda, entre o Cordino e o Moto Clube. Depois, no dia 3 de maio, dia do aniversário da cidade de Barra do Corda, o Cordino saiu de casa e veio a São Luís jogar com o Sampaio Corrêa, mas o jogo foi cancelado por decisão da TJD, a pedido da FMF.
Para Rigo, grande parte da culpa pela desorganização do Campeonato Maranhense é da FMF, que não respeita o esporte e os torcedores. “Junto com Cordino, milhares de torcedores de Barra do Corda e dos municípios da Região Central vieram a São Luís ver o jogo com o Sampaio, fretando ônibus e gastando dinheiro. Ocorreu também o desgaste físico e psicológico dos jogadores”, disse.
Depois da decisão a FMF marcou para, 6 de maio, outro jogo entre o Cordino e o Moto Clube, no Estádio Leandrão, em Barra do Corda, mas o jogo não aconteceu mais uma vez porque o Sampaio recorreu e o STJD e suspendeu o Campeonato Maranhense, até o julgamento dos recursos. “O Moto e os torcedores também gastaram dinheiro para ir à Barra do Corda”, observou.           
SITUAÇÃO HUMILHANTE
Na avaliação de Rigo Teles, a FMF criou uma situação inédita e humilhante. “Os torcedores estão frustrados, porque viajaram e compraram ingressos para assistir as partidas. Os times também tiveram sérios prejuízos financeiros e os jogadores ficaram prejudicados psicologicamente. O Campeonato Maranhense de Futebol está sendo criticado em todo o Brasil”, lamenta.       
No discurso, Rigo Teles classificou a situação como falta de respeito, a começar pela FMF que iniciou toda desorganização do Campeonato Maranhense de Futebol para salvar a situação do Sampaio Corrêa. “Não sou contra o Sampaio e seus torcedores, mas defendo a realização de um trabalho sério e correto, que não deixe milhares de pessoas indignadas”, esclareceu.       
Finalizando, Rigo lembrou que dia 21 o Cordino joga, em Barra do Corda, com o Santos do Amapá, pelo Campeonato Brasileiro da Série D. “Como fica a situação dos jogadores e torcedores? Temos que respeitar nossos times, especialmente o Cordino, um time que representa no Campeonato Brasileiro. Apoio o Cordino no Maranhão e no Brasil”, prometeu.  Assim, declaro total apoio ao Cordino.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário

Diniz